AMAVI Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí

quarta, 23 de maio de 2018

Lideranças municipalistas discutem dificuldades enfrentadas na área da saúde

Um documento elaborado a partir de uma Arena Temática dentro da XXI marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, que ocorreu nesta terça-feira, 22, destaca as dificuldades municipalistas na área da saúde. A Arena fez um balanço dos 30 anos do Sistema Único de Saúde – SUS, quando em 1986 ficou clara a responsabilidade tríplice da União, dos Estados e dos Municípios.

O ponto central defendido pelos municípios é a revogação da Emenda 95, que limita o teto de gastos públicos. Prova da disparidade entre responsabilidades e financiamento da saúde se reflete em quanto os municípios têm aplicado em saúde. Embora a constituição exija que os entes municipais apliquem 15% das receitas em saúde, os municípios catarinenses investiram em média 25%, ou seja 10% acima do limite constitucional.

O documento foi elaborado com a participação de prefeitos, secretários de saúde e representantes do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde – CONASEMS. O presidente da AMAVI, Cesar Cunha e os prefeitos de Petrolândia, Joel Longen e de Trombudo Central, Geovana Gessner participaram da arena temática da saúde.

Segue Documento Completo:

Resumo das demandas e encaminhamentos da Arena da Saúde na XXI Marcha dos Municípios a Brasília:

Os tensionamentos que emergiram da Arena dizem respeito, principalmente: Ao subfinanciamento da Saúde, a transferência de responsabilidade aos Municípios, a judicialização criminalizatória do executivo Municipal sem reconhecimento, por parte do Sistema de Justiça, de como funciona e se financia o SUS.

Proposta para esses problemas:

1) Revogação da Emenda 95; garantia do comando único; respeito do Pacto Federativo, as responsabilidades de cada ente na organização e no financiamento.

2) Urgem ações de ordem política para quebra excessiva burocratização, de regras impeditivas da garantia do Planejamento local e ascendente;

3) Fim da imposição por parte do Governo Federal aos Municípios, dos Pisos Salariais, como os dos Agentes Comunitários e de Combate a Endemias;

4) A redução e qualificação da judicialização da Saúde, com a aproximação do Executivo Municipal com os atores do Sistema de Justiça, para que estes também compreendam e reconheçam as Políticas, as respectivas responsabilidades dos entes na execução e financiamento.

*Com informações da comunicação FECAM

Últimas notícias

07 de novembro de 2018
Presidente da AMAVI, prefeito Cesar Cunha, fala sobre a importância da associação no contexto regional
Fundada em 07 de novembro de 1964, a AMAVI completa 54 anos. A primeira associação de municípios oficialmente criada no Brasil é também a maior do Estado de Santa Catarina, com 28 municípios...

01 de novembro de 2018
Temas com impacto financeiro no orçamento dos municípios são debatidos na Assembleia Geral Extraordinária da FECAM
Prefeitos, prefeitas e secretários executivos de Associações de Municípios de várias regiões de Santa Catarina participaram ontem, 31, em Florianópolis, da Assembleia Geral Extraordinária...

18 de outubro de 2018
Colegiado de Vigilância Sanitária apresenta projeto para descarte de pneus
Durante assembleia da AMAVI, realizada na terça-feira, 16, um dos principais assuntos discutidos foi a implantação do projeto “EcoPontos Alto Vale do Itajaí”, desenvolvido pelo Colegiado...

10 de outubro de 2018
JIMAVI 2018- Agronômica será sede dos Jogos da Terceira Idade
Na próxima terça-feira, 16, serão realizados no Clube Caça e Tiro Mosquito, em Agronômica, os Jogos da Terceira Idade- JIMAVI 2018. São esperados cerca de 250 atletas de 14 municípios que irão...

20 de setembro de 2018
Seminário de agroecologia encerra com apresentação da carta do evento
O presidente da AMAVI, prefeito Cesar Cunha, participou ontem, (19), da plenária de encerramento do Seminário Regional de Agroecologia, na unidade Urbana do IFC em Rio do Sul. Na ocasião foi...

10 de setembro de 2018
Projetos REURB e Municípios Solares são apresentados no Alto Vale
Através de uma parceria entre a Federação Catarinense de Municípios- FECAM e a Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí- AMAVI, na última semana, 04, foi realizado em Rio do Sul,...

03 de setembro de 2018
Assessoria educacional da AMAVI promove oficina literária
Cerca de 300 profissionais que atuam na educação infantil nos municípios do Alto Vale participaram no último sábado, 1º de setembro, de uma Oficina Literária realizada no Parque...

24 de agosto de 2018
Representantes da AMAVI buscam orientações para implantação de programa de inspeção sanitária
O presidente da AMAVI, prefeito Cesar Cunha, o secretário executivo Paulo Roberto Tschumi e o assessor Odenir Felizari, visitaram (23/08), a Associação dos Municípios da Região Serrana-...

21 de agosto de 2018
Festival de Judô da AMAVI reúne 200 participantes
Cerca de 200 atletas de 05 a 17 anos participaram no último sábado, 18, do IX Festival Regional de Judô no ginásio municipal de esportes Artenir Werner, em Rio do Sul. O evento faz parte da...

AMAVI - Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí
Expediente: Segunda a sexta, das 8h às 12h e das 14h às 17h.
Fone: (47) 3531-4242 - Endereço: Rua XV de Novembro, nº 737, Centro, Rio do Sul/SC
CEP: 89160-015 - Email: amavi@amavi.org.br

Ir para o topo